Metamorfose ambulante

10/27/2016 05:10:00 PM

Se tem uma coisa que ela sabia ser era camaleoa. Uma hora queria escrever, outra, dançar. Gosta da cor rosa, mas sua predileta era vermelho. Ama o frio e o clima europeu, mas detesta sair num dia chuvoso. Odeia o verão, mas ir à praia num fim de semana era um convite irrecusável. É cinéfila mas não resiste a folhear páginas de livros nas livrarias e bibliotecas. E se tem uma coisa que ela gosta é de ser livre. Viva a livraria! Seu maior sonho é conhecer Londres, e Paris, e Nova Iorque, e a Holanda, e a República Tcheca, e Portugal,… e o mundo inteiro. Quem disse que pra ser feliz tem que estar em um lugar exato? Aliás, de exata ela não tinha nada! Era humanas, e ao mesmo tempo, biológicas. Gosta de cuidar das pessoas e estuda sobre como cuidar de livros. No jardim, suas partes favoritas eram onde tinha muitas flores. Ela se amarra no agito da grande cidade e a vida urbana, mas daria tudo para estar no silêncio de um campo agora.





Odeia regras, mas é toda certinha. É tímida e descarada ao mesmo tempo. Coleciona conchas de praia e também folhas de fichário que guarda desde a quinta série. Nunca viajou de avião e morre de curiosidade de saber como é andar de cruzeiro. O mar é como a terapia, relaxa-a instantaneamente. Ficar sentada em frente à lareira num dia de inverno era uma das sensações mais prazerosas. A cor de seus olhos é castanhos, que pareciam pretos, mas admira olhos azuis, se encanta com os cinzas, e é atraída pelos verdes. Amo o dia e é perdidamente apaixonada pela noite. Olha o céu de dia e vê desenhos nas nuvens. Olha o céu à noite para ver a lua e seus olhos brilham tanto quanto as estrelas que formam constelações que ela imagina ser. É uma das coisas que mais ama fazer e se perde no tempo. O tempo que ela odeia lembrar que passa tão rápido. Amar é o verbo que ela mais conjuga. Decepção é o substantivo que ela mais enfrenta. Música é o melhor remédio. Ser feliz é sua maior ambição. Consegue sorrir mesmo com o mundo desabando. E chora vendo finais felizes. Sua playlist é tão eclética quanto seu gosto para se vestir.
Ela é espontânea! Dá gargalhada alta e fala baixo. Ri com os olhos e suspira um choro. Pra ela, abraço é mais caloroso que beijo. Carta tem mais valor que SMS. Tem poucos amigos e apenas uma melhor amiga. Consegue ser amada facilmente por aqueles que a conhecem do avesso. E também é odiada na mesma frequência. É sincera e te vergonha de demonstrar o que sente. Seu gênero favorito é comédia romântica, mas não perde a oportunidade de ver um bom suspense. É todas as cores da aquarela e a ausência de cor, como preto em branco. É uma eterna drama queen, falsa-romântica e hiper sensível. É doce como uma pimenta. Forte como uma flor. Suave como uma ventania. Intensa como uma baunilha. Ela é um pouco de cada coisa, mas nada consegue ser igual à ela. Não se prende à rótulos, tampouco descrições de perfil em redes sociais contém caracteres suficientes para suportá-la. Ela é tudo que quiser na hora que bem entende. Ainda bem que ela é ela mesma! 🌻

You Might Also Like

0 comentários

POSTS RECENTES