Para todas as minhas ex-amigas

11/09/2016 11:15:00 PM


Kelly Clarkson estava certa. No refrão da música My Life Would Such Without You, onde ela diz "você tem um pedaço de mim, e honestamente, minha vida seria uma droga sem você" parecia traduzir o momento que estou passando agora. Não está sendo fácil você não fazer mais parte da minha vida querida ex-amiga. Todo mundo já teve um amigo(a) que foi aquela pessoa mega importante na vida, mas que por ironia dela própria essa amizade foi desfeita. Não já? Infelizmente casos assim são cada vez mais comuns e juro que gostaria de entender porque certas pessoas fazem parte da nossa história sendo que elas não continuarão até o final... eu entendo que nossa vida seja um eterno ciclo, que em momentos vivemos um capítulo diferente de cada vez, e que a cada capítulo o elenco da história muda, talvez pra se encaixar. O problema é que nos apegamos, compartilhamos os melhores e piores momentos, contamos segredos, choramos e rimos juntos... e tudo isso para no final cada um ir pro seu canto e quando passar por você na rua fingir que nunca conheceu.
Eu já tive tantas amigas que fizeram parte da minha jornada e que hoje já não estão mais comigo que se eu tivesse que descrever como foi com cada uma, deveria fazer um livro. Algumas eu já imaginava o desfecho, mas outras foram tão surpreendentes que ainda me pergunto porque se foram de um jeito tão inexplicável...?
image
Eu gostaria de poder dizer tudo numa carta, tipo de despedida sabe? E mandar para todas as minhas ex-amigas. Queria dizer tudo o que eu ainda não disse e guardei pra mim, como na época que a gente escrevia nossas paixões (sofridas) platônicas num diário para desabafar. Principalmente porque tenho uma facilidade maior com as palavras escritas do que jogadas ao vento. Talvez seja culpa da minha timidez que começou lá na infância e não me deixou de vez ainda (talvez nem eu me acostume a ficar sem ela), mas acredito que jamais conseguirei encarar uma pessoa de frente e dizer todas as palavras engasgadas e mal engolidas. Sinto muito por não ser tão corajosa assim, mas é que só o fato de olhar para ela novamente já me faria lembrar o quão magoada ela me fez sentir desde que partiu sem avisar que não voltaria (nem mesmo pra contar como foi). Pelo contrário, eu encararia ela e meu coração falaria mais alto, a ponto de eu me deixar levar pelo sentimento de vazio que ninguém nunca preencheu e minha tristeza cair em forma de lágrimas.
image
"Minha querida ex-amiga, você foi a minha maior decepção. E eu achei que fosse o crush do primeiro ano do ensino médio que tivesse partido meu coração quando não correspondeu ao meu amor, aquele sabe? Que eu te contei... Aliás, você era a primeira pessoa que eu já queria dividir meu dia e contar meua planos e ouvir conselhos. Queria que você tivesse no meu lugar pra entender o que sinto agora, escrevendo essa carta pra você. Acha que foi fácil quando você simplesmente virou as costas e decidiu ir embora? Pensa que eu comemorei quando vi que não tinha mais nenhuma mensagem sua no meu WhatsApp e que poderia acontecer a coisa mais incrível que eu não podia mais sair correndo pra te contar? Você foi cruel! Deveria ser crime sermos feitos de bobos. Dizem que decepção não mata, ensina a viver. Pera lá! Quem disse? Viver? Só se for na melancolia e tristeza. Não é a decepção que nos torna mais fortes, mas sim a nossa escolha de seguir em frente apesar de tudo estar de cabeça pra baixo. Somos quase que obrigados à fazer isso, porque ou damos a "volta por cima" ou passam por cima da gente. Todas as vezes que te vi do outro lado da calçada pensei na quantidade de coisas que me tinham acontecido e que em outros tempos, atravessaria a rua e te diria "melhor sentar que a história é longa...", mas que agora tanto faz, tanto fez. Você é uma estranha, mas que em outra vida a gente foi próxima. Sinto falta dessa outra época, e sei que nossos pensamentos são diferentes hoje. Mas quero que saiba que ninguém jamais te substituiu, e que ainda tenho aquela caixinha de lembranças que te mostrei cheias das suas cartinhas e dedicatórias. Se lembra da vez que eu me declarei pra aquele menino e você disse que eu fui louca? Eu concordo com você. Sou completamente louca, mas meu jeito é esse. Não consigo esconder meus sentimentos de ninguém, e talvez você saiba que passar por você na rua e nem ao menos te cumprimentar me deixa muito triste. Queria poder te dizer que sinto muito pelo nosso afastamento, mas que foi você quem procurou isso, e que nunca esquecerei das nossas conversas depois do colégio pelo telefone. Nem dos seus depoimentos no orkut. Ou das mensagens fofas no facebook. Talvez você esteja vivendo bem sem mim, mas acredito que jamais encontrará alguém que seja como eu, e que goste de você o tanto quanto eu gosto. Tampouco encontrará alguém que te considere do jeito que eu considero, que te entende, que pensa igual, que goste das mesmas músicas e veja mil vezes os mesmos filmes favoritos. Que goste de escrever poesias avulsas nas folhas de caderno, que goste de ouvir o barulho da chuva, que goste de conversar com o cachorro como se fosse gente, que goste de flores, que planeja viagens sem destino pelo mundo ou que tenha o mesmo pensamento tão igual que pareça telepatia. Apenas desejo que você siga seu caminho e seja feliz. Que consiga realizar aqueles sonhos que você escreveu na sua agenda e deixou guardada na segunda gaveta da escrivaninha. Que você viva um amor como o da Júlia Roberts e do Richard Geere em Uma Linda Mulher (esse seu filme predileto) e que se sinta realizada pelas conquistas que você um dia disse que conseguiria com a minha ajuda. Um abraço e cuide do seu cachorro! Ah! E antes que eu me esqueça, gratidão pela sua antiga amizade!"
image

You Might Also Like

0 comentários

POSTS RECENTES